Dream Cast Fans 2015

Dream Cast Fans 2015

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Mistérios de uma 3 - Vida de Ashley Cap 12

Olá Selectioners!

Mais um cap ;) espero que gostem ...

Beijinhus..... <3





Depois de muito chorar, fui ao banheiro e me vi no espelho. Em meu reflexo uma garota loira, sofrida e com os olhos inchados de tanto chorar... Em seu rosto, no lado direito, uma enorme mancha vermelha do tapa que Dr James C. Broullette  lhe dera de cortesia. Ardia muito ainda... Não conseguia nem roçar a ponta dos meus dedos na face sem sentir dor. De repente, meu corpo estagnou. Senti toda a angústia e a dor de ter perdido minha família e meu pai - que era um canalha todo esse tempo, enganando minha mãe e a mim - “ E agora Ashley? O que você vai fazer?” dizia a mim mesma na tentativa de pensar sem ter que chorar... Menos passional, mais racional.


Já era muito tarde. Meu despertador marcava três horas da manhã e eu não consegui dormir depois do escândalo, só chorava. Saí do banheiro e voltei para cama.... Decidi tentar descansar e amanhã , ver quais providências eu tomaria em relação a minha vida e a mamãe. Eu precisava de um objetivo, um caminho próprio de vida e, claro , precisava ajuda-la a enfrentar tudo isso pois, se para mim que sou filha está sendo difícil, imagina para ela que foi a principal ofendida na história. Foi tudo tão repentino... Estava tão feliz em poder voltar pra casa, ver todos que eu amava juntos e alegres... Mas pelo visto, nem com isso pude contar. E assim... adormeci.


Perdi o sono às quatro e meia da manhã. Imaginei que pelo horário, o traidor não estaria mais em casa e resolvi descer para tomar um copo de suco – estava me sentindo fraca porque devido a confusão acabei nem jantando – abri a porta e desci com passinhos bem cautelosos para que ninguém acordasse. Ao adentrar a cozinha deparei-me com mamãe sentada a mesa bebendo o mesmo suco de laranja que eu almejava, com algumas lágrimas já escorridas pelo rosto, totalmente depressiva. Seus olhos já não produziam mais lágrimas novas e sim tristeza.... Somente desapontamento.


- Também perdeu o sono? – Perguntou-me mamãe. Calma por fora e vazia por dentro.


- Sim.... Vim tomar desse suco também... Não consegui jantar. – Respondi tentando não tocar no assunto para não lhe causar mais sofrimento.


- A vida é bem intrigante, não? Amar e ser fiel a alguém durante 20 anos de convivência, achando que a reciprocidade existia quando na verdade... Era tudo uma grande e tola mentira. – Desabafou mamãe enquanto eu pegava um copo do suco para mim. Eu estava querendo muito a abraçar mas... Não sabia se ela se ofenderia. Era algo muito particular dela, por mais que toda essa situação me afetasse.


- Vai passar mamãe. – Foi tudo o que consegui proferir em palavras a ela naquelas circunstâncias. Mamãe levantou-se em minha direção e me abraçou desesperadamente. Eu tinha razão, ela precisava de um abraço. Ficamos lá abraçadas. Mãe e filha, chorando... Dividindo uma dor imensa e, naquele momento, constante. Nunca pensei que mamãe fosse se abalar daquela forma. Lembro-me de uma foto que preguei no mural do meu quarto, eu com 7 anos de frente para mamãe. James havia tirado aquela foto... Éramos tão felizes.


[...]


Acordei as dez e meia nos braços de mamãe, em sua cama. Ela estava tão tristinha que decidi dormir com ela para lhe dar algum apoio, mesmo que fosse mínimo. Sai de fininho para não acorda-la e fui até meu quarto ver o estado de meu rosto. A vermelhidão havia sumido, porém ainda latejava um pouco, foi aí que notei o envelope em meu criado mudo:

De: Rei Harryson Drechsler III – Inglaterra
Para: Senhorita Ashley Broullette – Allens


Então me lembrei, era o convite do Rei para que minha mão fosse prometida em casamento ao seu filho... o qual eu não me recordava do nome. Decidi abrir e ler afinal, nada mais me afetaria depois de tudo.

Cara Senhorita Ashley Broullette,

Observamos seu maravilhoso desempenho no programa A Seleção e, claro em relação a sua classe e beleza notórias características de uma perfeita dama. E, devido à estes fatos é com satisfação que o  generoso Rei Harryson Drechsler III da Inglaterra lhe convida à permanecer conosco por um acordo de um ano em que a Senhorita poderá conhecer melhor seu amado filho mais velho, o Príncipe Kendall Drechsler , durante este período. Em todo esse um ano, se caso a senhorita aceite a proposta, irá se comprometer amorosamente com o Príncipe até o cumprimento do prazo. Se, após o tempo de um ano ter passado e a senhorita quiser casar-se com ele, e claro que a reciprocidade deve ser igual, vocês se casarão e se tornarão futuros Rei e Rainha da Inglaterra. Caso ocorra o contrário, a senhorita poderá voltar a sua casa e vida normais, mas lembre-se é preciso jurar fidelidade até o cumprimento do prazo sob pena de morte por traição à coroa inglesa.

Por favor, se for de seu interesse retorne-nos no seguinte número real:

(67) 9900 - 6564

Grata,


Diana – Assistente Real do Palácio dos Drechsler.







Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos são bem vindos para comentar e expressar sua opinião com respeito !

Beijinhusss...