Dream Cast Fans 2015

Dream Cast Fans 2015

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

A Finalista - Vida de Kriss Cap 13

Selectioners!!! Como vocês estão?

Saiu mais um capítulo, e esse creio que foi o mais top de todos ! hahaha #TeamJosh aqui o//

Fanfic / Fanfiction de A Seleção - A Finalista - Capítulo 13 - Roses Park


Ligo o rádio do carro e está tocando uma música maravilhosa. Para dizer a verdade, é a minha música favorita. Não é lenta, porém também não muito agitada. Fala de alegria, liberdade e de amor verdadeiro. Começo a cantar alto. Bem alto.

-It's done! All I want is happiness, freedom, and who knows, a true love. True love! True love! (Está feito! Tudo o que eu quero é alegria, liberdade, e quem sabe, um amor de verdade. Amor de verdade! Amor de verdade!)

Josh me olha de soslaio, divertidamente. Clica em um botão no painel do carro e a capota do carro se abre. Oh! É um conversível! Retribuo o olhar divertido. Canto o refrão ainda mais alto. Gritando aos quatro ventos. Espanto os meus medos. Hoje a noite é minha!
Josh me acompanha na música. Ele faz a segunda voz. É engraçado como conseguimos fazer isso mesmo sem nenhum conhecimento musical.

-True love! True love! True love! -Prolongo a penúltima sílaba.
Começamos a gargalhar.
-Faz tempo que não a vejo animada assim, Krissin.
-É. Mas eu cansei de ser chata. -Sorrio em resposta.
-Você nunca é chata. As vezes é insuportável e mimada e louca e complicada, mas chata, nunca. -Diz zombando.

Dou um tapa em seu braço. Josh me olha sorrindo.
-Mudança de planos. Que tal irmos ao parque ao invés de irmos ao aniversário do meu primo?!
-Agora? Mas e o seu primo, Josh?
-Ele nem vai sentir a minha falta. Terá tantas pessoas. Família grande... E então? Vamos?

Sorrio. Me parece uma boa ideia. Apesar de minha super produção, ir ao parque, respirar um ar muito puro e sentir a água gelada do lago em meus pés sempre parece melhor do que estar em um lugar abarrotado de pessoas. Especialmente com Josh.
-Vamos! -Concordo.
Ele abre um imenso sorriso.
-Aperte os cintos, senhorita Kriss. Novo cálculo da rota. -Brinca, imitando um GPS e acelerando o carro.

Chegamos. Li, em um antigo livro de história, que esse parque um dia se chamou Central Park. Hoje se chama Roses Park, e é belíssimo. Há imensas árvores que cobrem a maior parte do lugar. Há também um espaço dedicado ao plantio dos mais variados tipos de flores e um lago, no qual as crianças, durante o dia, brincam com barcos de controle remoto. Todavia, agora a luminosidade está amena. Somente os postes de iluminação não clareiam o local por completo, criando charmosas clareiras de luz.

Josh me oferece a sua mão. Eu a seguro. Ele me guia até um banco próximo ao lago.
Sentamos e conversamos sobre o que pretendemos cursar na universidade. Conto sobre os meus planos de escrever um livro e Josh prontamente me apoia.

-A lua está linda, você não acha? -Ele questiona.
Confiro como está o astro.
-Realmente está linda. A lua é o meu astro preferido. -Respondo.
-Eu sei. Todas as noites, quando estávamos sem comunicação, eu olhava para a lua e te desejava boa noite, torcendo para que você também estivesse a observando naquele momento. -Josh se vira para mim e aproxima seu rosto do meu. -Esperando que você também sentisse o mesmo que eu sentia.
-Eu...
-Shhh. -Ele coloca um dedo sobre os meus lábios e aproxima o rosto ainda mais. -Rezando para que o seu coração batesse forte como o meu, ao pensar em você. Prometendo a mim mesmo que, se eu tivesse a oportunidade de estar ao seu lado novamente, jamais esconderia os meus sentimentos de novo. -Me sinto emocionada.- Eu te quero, Kriss. Não é só um desejo físico. É algo profundo, que vem da minha alma. Eu te quero.
Josh, docemente, cola seus lábios aos meus. Como isso é bom! Como é bom senti-lo! Logo, o que era doce passa a ser um desejo voraz, com movimentos de necessidade. Me surpreendo com a sua língua, abrindo espaço e explorando minha boca. Retribuo o beijo da melhor maneira que posso. Suas mãos parecem estar em toda parte: em meus cabelos, descendo pelo meu pescoço, passando por meu abdômen, em meus quadris, subindo por minhas pernas... Oh! Isso é bom! É muito bom! Algo dentro de mim, algo primitivo, ruge. Eu preciso dele. Eu quero Josh. Colo meu corpo ao dele. Josh solta um suspiro, um misto de surpresa e desejo. Quando me dou conta já estou em seu colo. Suas mãos avançam loucamente por minha coxas. Seus lábios descem, em beijos, por meu pescoço, e então... param. Josh termina com um singelo beijo em meus lábios. Ele parece perceber minha expressão de confusão e decepção.

-Estamos em um parque público, mocinha. -Sorri.
Me ruborizo.
-Você fica ainda mais linda quando está com vergonha. -Diz passando uma mão em meu rosto.
Será difícil conversar novamente.


Voltamos para minha casa. Já são quase dez horas: hora do toque de recolher em Illéa. Josh desce do carro comigo e me acompanha até a porta da sala.
-Obrigada por sua companhia, Kriss. Foi ótimo.
Minha voz, sumida até agora, parece retornar.
-Não tem porquê agradecer. Também acho que foi ótimo.
Ele abre um sorriso malicioso.
-Boa noite, linda. -Diz, me dando um selinho.
-Boa noite. -Sorrio.
Me viro e abro a porta da sala.
-Kriss?!
Me volto para Josh.
-Eu jamais desistirei de você. Jamais.
Aceno positivamente com a cabeça e esboço um sorriso, pois não sei o que responder. Entro.

Milhares de pensamentos passam por minha cabeça. Felicidade. Prazer. Dúvidas. Medo. E... Maxon.






CRÉDITOS: MARIANA REQUENA




Ameei esse capítulo, ficou sendo um de meus preferidos!



Beijinhus....

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. realmente,é muito loko esse capitulo,quando vem o proximo??
    Kisses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi Bia :)
      A Mari posta um cap novo toda quarta, assim q ela liberar posto aqui essa quarta ;)

      Beijinhus...

      Excluir

Todos são bem vindos para comentar e expressar sua opinião com respeito !

Beijinhusss...