Dream Cast Fans 2015

Dream Cast Fans 2015

terça-feira, 30 de setembro de 2014

A Finalista - Vida de Kriss Ambers Cap 08

Olá Selectioners!
Mais um capítulo emocionante dessa história linda , vamos conferir?




Olho-o com uma expressão decidida, que logo se transforma em arrogante, algo que não é próprio de mim, mas que desta vez não hesito em usar.
-Pelo contrário, senhor Lockman. Acredito que ter sido finalista na seleção conta como um atributo para diversas áreas de minha vida, inclusive a acadêmica. -Falo decididamente. -Para chegar a ser finalista na seleção passei por diversos testes emocionais, físicos e até mesmo intelectuais. Assisti a inúmeras aulas de história, matéria a qual pretendo cursar, e fui muito bem em todas.
-Bom. Mas volto a dizer que muitos candidatos a essa vaga também são bons alunos. Eu quero um diferencial.
Mal penso e logo respondo:
-Sou determinada. Quando coloco algo na cabeça vou até o fim por isso. -Me lembro de meu amor por Maxon. Espanto esse pensamento. -É, na minha opinião, uma ótima qualidade, pois me levará a ir até o fim.
Lockman faz uma expressão de fatigamento.
-Ok, ok. Mais alguma coisa, senhorita Ambers?
-Sim. Também sou perfeccionista e sempre cobro o melhor de mim. Assim sendo, darei o meu melhor nessa graduação, e ajudarei a elevar o nível desta universidade.
-É mesmo? -O reitor pergunta cinicamente.
-Sim, é. -Respondo com um pouco de raiva em minha voz.
-Ainda não me convenceu, minha querida.
Me surpreendo com como essa simples expressão, "minha querida", pode agora me causar um ódio tão grande.
-Pois então não acho que convencerei, meu querido. -Minha fala está carregada de sarcasmo.
-Acho melhor continuar tentando, meu bem. Sua família ficará decepcionada se não conseguir esta vaga.
Ele envolveu a minha família nisso?! Explodo em raiva e elevo o tom de minha voz:
-Não ache que pode prever o que achará a minha família! Eles me apoiarão em qualquer que seja a minha decisão! Se não o impressionei nesta entrevista, dane-se! Então essa faculdade não me merece! Acharei algo melhor, meu bem.
-Se é o que acha, senhorita Ambers, pode se retirar.
-Com prazer!
Me levanto e o olho com ódio. Não quero nem saber. Meu pai me apoiará assim que eu sair por aquela porta. Se não me respeitam aqui, ainda que essa seja a melhor universidade da província, talvez a melhor de Illéa, acharei um lugar que me aceite, e cursarei uma boa graduação em história. Antes de me virar em direção à porta, Lockman me dirige mais uma vez a palavra:
-Não tem realmente mais nada a dizer, Kriss?
Incrivelmente, e eu não entendo o porquê, minha mente vaga até o meu último dia no palácio, quando Maxon iria anunciar a sua escolhida. Eu achava que seria eu, afinal, um dia antes ele tinha pego America em certa intimidade com um dos guardas, e à partir disso me pareceu que ele passou a tratá-la com raiva e indiferença e, naquele dia, Maxon conversava amável e docemente comigo. Puro engano.
-Sim, eu tenho algo a dizer! Mais uma vez ser finalista na seleção me é favorável, pois isso revela o quanto eu sou forte. Mesmo chegando ao fim, amando realmente ao príncipe e crendo que eu seria a escolhida, não fui. -Sinto meus olhos lacrimejarem.-E eu parei com minha vida? Não! Cá estou, tocando em frente. Não sucumbi e jamais sucumbirei! Você perde agora uma aluna que faria brilhar o nome de sua universidade. -Grito com uma voz carregada de raiva, e sinto espasmos por todo corpo. Céus! Como estou nervosa. Me preparo para ir embora e dou as costas ao senhor Lockman.
-Senhorita Ambers?
-O que é? -Respondo entre dentes, me voltando novamente em direção a mesa.
-A senhorita foi aceita.
-Como?
-A senhorita foi aceita para realizar a sua graduação nesta universidade. -Ele repete com um sorriso. -A muito venho procurando alguém que seja determinada a sua maneira. Alguém forte e que não aceita que ofendam a ela ou a sua família. Essas são as pessoas que brilham: pessoas que confiam em si mesmas e que defendem os seus ideais. Você é assim, senhorita Ambers, portanto, seja bem-vinda a Universidade de Roses.
-Oh! -Essa é a única expressão que consigo dizer, e ela ainda é involuntária.
Harris Lockman sorri, satisfeito.
Lágrimas escorrem pelo meu rosto.
-Obrigada. Obrigada! -Sorrio exuberantemente.
-Não tem que agradecer a mim, as qualidades são suas. Desculpe ter sido tão cínico durante esta entrevista, mas eu precisava testá-la. -Uma pausa. -Parabéns!
-Obrigada!
-Procure Ashley, a garota que a trouxe até a minha sala. Ela lhe ajudará a realizar a sua matrícula. -Ele levanta e caminha até mim. Estende uma mão para me cumprimentar. -Espero vê-la em breve.
Cumprimento-o.
-É claro. Obrigada mais uma vez. -As palavras parecem me voltar à boca.
Saio da sala da reitoria sorrindo e logo encontro o rosto de meu pai.
-Como foi, florzinha? A ouvi gritando. O que houve? Alguma problema?
-Tive que me impor um pouco, apenas isso. -Uma pausa, e eu sorrio. -Eu entrei!
Meu pai explode em felicidade e me abraça fortemente.
-Parabéns, florzinha! Parabéns! Eu sabia. Eu sabia!
Andamos até a recepção e eu o conto um pouco da entrevista, então avisto Ashley, que conversa com um jovem e belo faxineiro da universidade. Estamos muito próximos deles e é impossível não ouvir o que dizem.
-Querido, fique tranquilo. Pedi um adiantamento do salário e já o recebi. Aguentaremos mais uma semana. -Ela o tranquiliza com doçura.
-É certo que sim. -Ele sorri e posso perceber o verdadeiro amor entre os dois. O faxineiro nos indica com a cabeça.
Então é isso! Ashley realmente se tornou uma seis, e ao que me parece foi por amor. Será que foi por isso que Maxon a dispensou logo? Será que ela já amava a outro alguém? Mas porque se inscreveu na seleção? Será que os pais a obrigaram?
Ashley se volta para nós.
-E então, como foi a entrevista, Kriss?
-Eu passei! -Sorrio novamente.
-Parabéns! -Ela sorri com sinceridade. -Venha, vou ajudá-la a fazer a matrícula.
A acompanhamos e realizo a minha matrícula rapidamente. Logo já estamos no carro e retornamos para casa. Estou radiante. Sorrio o tempo todo.
Chegamos e meu pai estaciona o carro. Desço, porém, assim que levanto o olhar, o vejo. Josh está logo a minha frente.
-Kriss, precisamos conversar e tem que ser agora.
Não posso mais escapar. Terei que conversar com Josh.








CRÉDITOS: MARIANA REQUENA


E aí meninas será que agora vai Josh & Kriss?


Beijinhus.... 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos são bem vindos para comentar e expressar sua opinião com respeito !

Beijinhusss...